Operação de recolhimento de resíduos vegetais começa na segunda (22) no DF

Ação é resultado de licitação concluída em 2023; além de melhorar a gestão desse material e beneficiar áreas urbanas e rurais, projeto visa combater o mosquito da dengue

0
617

A partir de segunda-feira (22), o Distrito Federal (DF) dá início a uma importante ação de limpeza urbana. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) começa o recolhimento de resíduos vegetais em várias regiões administrativas, fruto de uma licitação concluída em 2023. Essa é mais uma iniciativa do poder público no enfrentamento à dengue.

A operação de recolhimento dos resíduos vegetais terá um custo anual de R$ 11.887.655,80, cobrindo todo o DF. A Novacap planeja iniciar com 14 frentes de coleta diária, em coordenação com as administrações locais para determinar pontos de coleta e cronogramas eficazes.

A ação será dividida em seis lotes, abrangendo as regiões do DF. O primeiro e o segundo lotes, incluindo áreas como Plano Piloto, Cruzeiro e Lago Norte, serão atendidos pela EBF Indústria, Comércio e Serviços Ltda e RE9COM Soluções e Serviços Ltda M, respectivamente, com contratos totalizando quase R$ 7 milhões. Lotes subsequentes, que abrangem regiões como Guará, Águas Claras, Lago Sul e Ceilândia, serão gerenciados pelas empresas FCB Transportes Logísticas e Serviços Gerais Ltda e RE9COM, com contratos que somam mais de R$ 8 milhões. Todas as regiões administrativas do DF serão contempladas.

O Departamento de Parques e Jardins da Novacap informou que a ação vai além da simples coleta de resíduos. Os galhos e outros materiais vegetais recolhidos serão triturados e levados ao Viveiro II da companhia. Lá, serão transformados em compostos utilizados em canteiros ornamentais, áreas verdes e no apoio a pequenos produtores rurais, por meio da Emater. Essa iniciativa representa uma abordagem sustentável para a gestão de resíduos, desviando-os de aterros convencionais.

“O resíduo vegetal é um problema ligado ao crescimento populacional do DF, gerando reclamações devido a questões como proliferação de mosquitos e acúmulo de lixo doméstico. Esta nova operação visa tratar especificamente os resíduos vegetais, garantindo limpeza urbana e a destinação adequada desses materiais”, destaca o presidente da Novacap, Fernando Leite.

A Novacap apela à população para assumir a responsabilidade pelo correto descarte de seus resíduos. A companhia coleta resíduos gerados por seus próprios serviços, mas resíduos particulares em áreas públicas devem ser descartados corretamente pelo gerador. Em caso de identificação do responsável, este deve se encarregar do descarte adequado ou buscar orientação junto ao DF-Legal para evitar multas e outras penalidades.

*Com informações da Novacap

Por Agência Brasília

Foto: Divulgação/Novacap / Reprodução Agência Brasília