GDF começa a instalar Muretas metálicas na Via Estrutural

Trabalhos serão executados no canteiro central da DF-095 sempre durante a noite para não impactar na fluidez do trânsito na rodovia

0
613

Desde a noite desta sexta-feira (19), equipes do Governo do Distrito Federal (GDF) instalam as defensas metálicas – também conhecidas como guarda-corpo – na Via Estrutural (DF-095). As estruturas, que servem como dispositivos de proteção e segurança da via, serão implantadas nos 26 quilômetros do canteiro central, nos dois sentidos da rodovia. Os serviços tiveram início no trajeto que segue de Taguatinga em direção ao Plano Piloto, nas proximidades do Pistão Norte.

Cristiano Cavalcante, superintendente de Obras do Departamento de Estradas e Rodagem do DF (DER-DF), destaca que a instalação é a continuação das obras de intervenção na via. “Os dispositivos de segurança vão aprimorar as condições de segurança da Estrutural, evitando deslocamentos de veículos para o canteiro central ou até mesmo travessias na rodovia. É mais uma garantia de segurança para os motoristas”, explica. As barreiras de proteção são feitas de perfis de aço moldado.

Para não impactar o trânsito e evitar congestionamentos, principalmente nos horários de pico, os trabalhos serão executados sempre no período noturno, das 21h às 5h da manhã. “Tudo para evitar transtornos aos usuários e preservar a segurança dos trabalhadores e motoristas. A instalação faz parte dos serviços complementares que estamos fazendo, como o plantio de grama, meios-fios e os ajustes nas paradas de ônibus”, completa Cavalcante.

Reinaugurada em dezembro de 2023 pelo governador Ibaneis Rocha, a Via Estrutural, principal ligação entre o Plano Piloto e a Região Oeste, passou por um ano de obras e teve um aporte de cerca de R$ 80 milhões investidos. O GDF utilizou 150 mil toneladas de concreto para pavimentar os 26 km por onde passam mais de 100 mil motoristas todos os dias. A rodovia se tornou a primeira do DF a ter todo o seu asfalto trocado por pavimento rígido de concreto.

Por Josiane Borges da Agência Brasília

Foto: Lucio Bernardo Jr/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília