Ibaneis inaugura tendas de atendimento a pessoas com dengue

As nove regiões administrativas com mais casos prováveis recebem, neste fim de semana, tendas de atendimento para combate à doença. Governador marcou presença em Samambaia

0
1299

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), esteve presente, na manhã deste sábado (20/1), no Dia D de combate à dengue em Samambaia. Um grupo de aproximadamente 600 profissionais acolheu e percorreu a cidade para orientar a população, aplicar inseticida em locais estratégicos e combater focos do mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti.

“Tivemos um aumento muito grande nos números de casos de dengue. Temos que evitar o falecimento das pessoas e, para isso, resolvemos entrar com essa ação muito importante. Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Secretaria de Saúde, estamos vistoriando os lares das pessoas. A dengue está, muitas vezes, dentro das casas das pessoas”, declarou Ibaneis.

O evento marcou a inauguração das tendas de acolhimento, responsáveis por fazer a hidratação e informar a população sobre a importância do enfrentamento à dengue. Também ocorreram vistorias domiciliares, atividades educativas e aplicações do fumacê com sete carros percorrendo endereços estratégicos. O ponto de partida do evento foi a administração regional, localizada na Quadra 302, onde foi instalada uma das nove tendas para atendimento aos moradores no DF.

“São nove tendas fixas e seis tendas itinerantes. Nessas tendas, vamos acolher o usuário sintomático, fazer o teste, fazemos hidratação, temos nossas camas de campanha”, explicou a Secretária de Saúde do DF, Lucilene Florêncio.

A gestora explicou ainda que houve uma ampliação do horário de atendimento das Unidades Básicas de Saúde (UBS) no Distrito Federal. “Ao todo, 11 UBS’s estão funcionando até 22h. Temos também cinco unidades funcionando aos finais de semana. A partir do próximo, teremos 11 unidades funcionando sábado e domingo além das que já funcionam até sábado meio dia”, completou.

Essa primeira tenda foi direcionada para o acolhimento de pacientes com sintomas leves, atendidos por seis equipes da Saúde da Família. Ela funcionará diariamente das 7h às 19h, a princípio por 45 dias, podendo ser prorrogada. Já a segunda estrutura, montada pela Defesa Civil, ficou responsável por divulgar informações sobre a doença.

Outras regiões administrativas com alta incidência de casos prováveis também receberão as tendas: Sol Nascente, Brazlândia, Taguatinga, Santa Maria, Recanto das Emas, São Sebastião, Estrutural e Sobradinho.

Por Mila Ferreira do Correio Braziliense

Foto: JOEL RODRIGUES/Agência Brasília / Reprodução Correio Braziliense