GDF suspende licitação de concessão da Rodoviária

O primeiro aviso de licitação, publicado no último dia 5, descrevia que o critério para seleção da empresa será o pagamento do maior valor de outorga anual

0
3519

A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) suspendeu temporariamente a licitação de concessão da gestão da Rodoviária do Plano Piloto à iniciativa privada. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) nesta quinta-feira (22).

Segundo a pasta, a licitação foi suspensa para ajustes no texto da publicação. Ainda assim, a previsão é que o edital seja republicado ainda nesta sexta-feira (23) como novo prazo.

O primeiro aviso de licitação, publicado no último dia 5, descrevia que o critério para seleção da empresa será o pagamento do maior valor de outorga anual. Inicialmente, as propostas deveriam ser encaminhadas até 5 de abril.

Segundo o texto, a vencedora deverá pagar ao governo um valor mínimo de 4,3% da receita bruta obtida. A expectativa é o recebimento de R$ 1,8 milhão ao ano.

Para isso, a empresa vencedora deverá ficar responsável pela recuperação, modernização, operação, manutenção, conservação e exploração da Rodoviária e suas áreas adjacentes.

Por Jornal de Brasília

Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília / Reprodução Jornal de Brasília