15% da população recebeu a dose de reforço contra a covid-19 no DF

De acordo com a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, 15,12% da população apta a receber a terceira dose da vacina contra a covid-19 está imunizada

2108

Segundo informações do vacinômetro divulgado pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), na noite desta quarta-feira (29/12), mais de 15% da população brasiliense recebeu a dose de reforço (D3) contra a covid-19, o que equivale a 389.768 pessoas.

Além disso, 2.305.855 moradores da capital federal já tomaram a primeira dose (D1) do imunizante contra o novo coronavírus desde o início da pandemia, o que equivale a 91,69%.

Receberam a segunda dose (D2) ou a vacina de dose única (DU), 2.130.563 brasilienses, número que representa 82,63% do público que possui acima de 12 anos — 2.578.420 pessoas aptas a tomar o imunizante no DF.

Somente nesta quarta-feira (29/12), 705 pessoas receberam a D1 e outras 4.699 foram vacinadas com D2. Em relação à D3, 14.934 unidades de reforço foram aplicadas.

Crianças infectadas

As infecções por covid-19 em crianças de até 10 anos aumentaram 55,15% em um ano, no DF. Entre 1º de março e 27 de dezembro do ano passado, foram registrados 6.588 casos, contra 10.221 no mesmo período, em 2021.

O número de óbitos pelo novo coronavírus também cresceu: saltou de três para cinco casos, uma alta de 66,67%. Os dados são públicos e estão disponíveis no Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde.

O Governo do Distrito Federal (GDF) só vai começar a vacinar a faixa de 5 a 11 anos quando o Ministério da Saúde divulgar a nota técnica do Plano Nacional de Imunização. Passados 13 dias da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o governo federal pretende começar a imunizar as crianças em janeiro, após o fim da consulta pública para vacinação desse público-alvo.

Por Rafaela Martins do Correio Braziliense com informações de Sandra Barreto

Foto: Minervino Junior/CB/D.A Press