DF ainda tem 71 mil doses para D1

Com estoque zerado, previsão é que um reabastecimento com 16 mil doses da Pfizer para primeira aplicação chegue nos próximos dias, mas ainda sem data definida

5049

Apesar de não haver quantidade expressiva de vacinas em estoque para a primeira dose na capital, a Secretaria de Saúde (SES) abrirá, nesta segunda-feira (6), 34 pontos de vacinação espalhados nas Regiões Administrativas (RAs) do Distrito Federal para a D1. Isso não significa, porém, que não haverá doses a serem aplicadas na população.

Conforme explicado ao Jornal de Brasília pela SES, a primeira aplicação das doses a serem utilizadas hoje acontecerá com “quantitativo ainda disponível nas regiões de saúde”, por mais que na Rede de Frios de Brasília o provimento esteja zerado para as vacinas tipo Pfizer e AstraZeneca. Na última atualização do Vacinômetro, estavam em estoque apenas 140 doses da Coronavac para a D1.

Portanto, segundo as informações retiradas do Vacinômetro da Secretaria, são 71.839 doses disponíveis para a D1 nesta segunda-feira (6). Por área, são 23.753 doses na região Central; 4.255 na região Centro Sul; 7.737 na região Leste; 3.894 na região Norte; 4.729 na Oeste; 17.562 na Sudoeste; e 9.909 na Sul.

Para abastecer a Rede de Frios, a SES informou que há a expectativa de entrega de 16.380 vacinas do tipo Pfizer para primeira dose pelo Ministério da Saúde (MS) para os próximos dias, mas ainda sem data marcada. Serão entregues hoje, no entanto, 31.590 doses destinadas à segunda dose pelo órgão – todas da mesma farmacêutica estadunidense.

Portanto, por não corresponder o quantitativo solicitado ao MS pelo governador Ibaneis Rocha na última quinta-feira (2), de 150 mil doses, a ampliação do calendário de vacinação para adolescentes de 16 anos ainda não deve acontecer por ora. “A ampliação do atendimento para o público na faixa etária de 12 a 17 anos depende exclusivamente do envio de mais doses por parte do Governo Federal”, explicou a SES.

A nova faixa etária, de 16 anos, é estimada em mais de 46 mil pessoas. Entre 12 e 16 anos, são aproximadamente 219 mil jovens. “A previsão feita até o momento para a próxima remessa de primeira dose corresponde a um terço do necessário para atender esse público”, complementou a Secretaria. “Tão logo seja informada pelo Ministério a data de envio das doses de D1 de Pfizer ao DF, a secretaria irá divulgar a estratégia para aplicação dessa vacina.”

Para a segunda dose, porém, não há preocupação quanto à quantidade de vacinas disponíveis. Estas foram garantidas como suficientes para atender todo o público que já recebeu a primeira aplicação, de acordo com a SES. Conforme mostra o Vacinômetro da pasta, são mais de 170,5 mil doses reservadas em estoque na Rede de Frios.

Por Vítor Mendonça do Jornal de Brasília com informações de Sandra Barreto da Gazeta do DF

Foto: Vítor Mendonça/Jornal de Brasília