Alok encanta público da Esplanada tocando ao lado de povos indígenas em comemoração aos 64 anos de Brasília

Segundo a organização do evento, milhares de pessoas celebraram ao som de um dos maiores DJs do mundo. Festa segue neste domingo com programação diversificada e atividades para toda a família

0
14

Grande atração do BSB 6.4, apelido dado à celebração do aniversário de 64 anos de Brasília, o DJ Alok levou uma multidão ao gramado da Esplanada dos Ministérios, neste sábado (20). A superprodução teve participações do eterno titã Nando Reis e dos convidados Naldinho dos Teclados, Pedrinha Moraes e de povos indígenas de oito etnias. O público cantou e dançou na batida dos sucessos do artista. Segundo a organização do evento, milhares de pessoas se divertiram ao som de Alok.

O BSB 6.4 tem realização do Instituto Alvorada Brasil e da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec-DF), além do apoio de patrocinadores como BRB, Vivo, GWM, Estrela Galícia, Metrópoles, We Super OOH, Bali, Monster e Ovomaltine.

Alok colocou o público na palma da mão. Era geral o clima de encantamento com a simpatia, a interatividade e a atitude do artista, que enfatizou o valor da ancestralidade, com os indígenas cantando nas próprias línguas. Um sonoro “não!” foi ouvido quando Alok perguntou se as pessoas estavam cansadas, ao passo que um “sim!” geral foi dito bem alto quando ele lançou a pergunta “vocês querem mais, galera?”.

As pessoas começaram a chegar logo cedo ao local para prestigiar as atrações iniciais e garantir o melhor lugar para assistir ao renomado artista. O palco em forma de pirâmide, com 30 metros de altura, marcou a história da capital. O cenário foi invadido por celulares em busca de fotos e selfies.

O som tomou conta do gramado já a partir das 15h, com a apresentação de DJs. Depois, a cantora Adriana Samartini e o grupo Di Propósito se apresentaram no Palco Brasil.

O secretário de Cultura e Economia do Distrito Federal, Claudio Abrantes, destacou que a festa dos 64 anos do aniversário de Brasília está muito democrática, bonita e com público participativo. “A nossa expectativa é que isso seja um marco para a nossa cidade para que possamos a cada dia trazer mais turistas, além de estar sendo uma mudança de rumo”, afirmou.

A aposentada Fátima Gouveia marcou presença na celebração de aniversário da capital. Aos 67 anos, ela relatou que estava muito animada em assistir ao show do famoso DJ Alok, artista que conheceu por meio dos filhos.

Já a moradora do DF Fernanda Lopes observou que Alok é um nome de peso, e é uma satisfação experimentar um evento desse porte. “É a primeira vez que participamos da festa de aniversário de Brasília, estamos surpreendidas com a segurança e a estrutura”, disse. A amiga Alzenir Medeiros falou da expectativa: “Espero ver muita diversão aqui. Pular, gritar e aproveitar muito o show desse artista.”

Atrações

A programação do sábado começou logo cedo, com oficinas de skate, grafite, jogos de basquete, escalada, workshops, batalhas de rimas e brinquedos infláveis, na Praça da Juventude, em frente ao Museu da República. Do outro lado, o espetáculo circense Khronos cativou pais, mães, avós e tios que acompanhavam a criançada com o olhar atento aos malabaristas, dançarinas e palhaços, entre outros.

As comemorações do aniversário de Brasília prosseguem neste domingo (21), com show do youtuber Luccas Neto, além de diversas atividades para crianças e adolescentes. Fechando a programação, a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro se apresentará às 18h30, no palco Brasília, ao lado do Museu Nacional.

*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Por Agência Brasília

Foto: Joel Rodrigues / Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília