Dengue: 200 médicos tomam posse no DF para reforçar atendimento

Reforço de médicos visa suprir demandas nas portas de emergência, principalmente em casos de dengue e de doenças respiratórias

0
14

Na manhã desta quarta-feira (3/4), 200 médicos generalistas, isto é, que avaliam os pacientes de forma mais integral e sem atuar em uma área específica, tomaram posse, no auditório da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs). Os profissionais foram convocados por meio de um processo seletivo, feito mediante inscrição e análise curricular, e atuarão de forma temporária por seis meses, renováveis pelo mesmo período. O trabalho inicia na próxima segunda-feira (8).

A finalidade das contratações é ampliar a capacidade de atendimento na rede pública, principalmente em casos de dengue e de doenças respiratórias, recorrentes nesta estação. O acolhimento contou com a presença da vice-governadora, Celina Leão (PP); da secretária de Saúde, Lucilene Florêncio; e do deputado distrital Pepa (PP).

Celina Leão parabenizou os profissionais e destacou a importância do sistema de saúde do Brasil. “O SUS não é perfeito, mas é o melhor sistema de saúde do mundo, pois recebemos das pessoas mais simples às mais importantes. Temos os melhores médicos. A Secretaria de Saúde é a casa de vocês”, disse.

“Cada um desses pacientes da rede pública precisa de vocês, que chegaram num momento de muita tensão, no qual o sistema de saúde está sendo testado”, disse a secretária Lucilente. O deputado Pepa completou que os profissionais irão desafogar as demandas de atendimento.

Publicado em fevereiro deste ano, o edital oferecia 200 vagas para médico generalista, com jornada de trabalho de 20 horas semanais e salário de R$ 10.046, 97. Os profissionais receberam um envelope com orientações sobre a classificação da gravidade dos casos. Por fim, Lucilene Florêncio explicou há 141 vagas para cadastro reserva.

Por Letícia Mouhamad do Correio Braziliense

Foto: ED ALVES/CB/D.A.Press / Reprodução Correio Braziliense