Confira lugares para visitar durante o feriado prolongado de Páscoa

Quem vai passar o fim de semana na cidade tem muitas opções de passeio. A Catedral, a Praça dos Três Poderes e as áreas verdes dos parques ecológicos são muito procurados por quem visita ou mora na cidade

0
13

Além de ter um céu único, Brasília é guardiã de belos monumentos modernistas que, inseridos na vegetação do Cerrado, convida moradores e visitantes a eternizar na foto aquele momento de interação com a cidade. A capital do país ocupa a 32ª posição no ranking do jornal norte-americano The New York Times (NYT) dos 52 melhores locais para visitar este ano pelo mundo.

O Planalto Central foi o único de todo o Brasil mencionado pelo jornal. O guia de turismo Lúcio Montiel conta que os visitantes que vêm à capital sempre se surpreendem com os monumentos da cidade, como o Memorial JK, a igreja Dom Bosco e a Catedral Metropolitana de Brasília. “O Parque da Cidade também chama a atenção, um dos maiores parques urbanos do mundo, com enorme área verde e arborização fantástica. Além disso, temos o Palácio do Itamaraty, a ponte JK — que está entre as 25 mais lindas do mundo —, a Praça dos Cristais, a Torre de TV, todos chamam atenção pela beleza”, enumera.

Vinícius Claudino de Sá, 48 anos, é professor universitário e atualmente mora no Rio Grande do Norte, mas nasceu e morou durante 16 anos no DF. “A Catedral, para mim, é um tipo de monumento muito bonito, independentemente de ser de uma religião específica. É uma arquitetura moderna e representa uma conexão entre o céu e a terra”, disse.

“Todo turista que vem a Brasília deve conhecer e tirar fotos onde estão representados os Três Poderes, é indispensável” avalia Vinícius. “A Esplanada dos Ministérios é muito representativa e precisa ser conhecida. Para quem quer tirar fotos em lugares bonitos fora da região central, o Zoológico e as orlas do Lago são ótimos cenários”, complementa. A Catedral é o lugar preferido do professor universitário. “Toda vez que venho à capital, eu preciso passar aqui para tirar fotos e relembrar dos meus momentos de brasiliense”, comenta.

A funcionária pública Priscila Lima, 41, mora atualmente no Rio Grande do Sul, mas sempre que pode vem a Brasília. Dessa vez, ela trouxe o marido, Célio Lima, para conhecer a Catedral. “Na verdade, o que mais chama a atenção é o projeto arquitetônico de Oscar Niemeyer, que é arrojado”, explica. Priscila recomenda outros lugares. “A Praça dos Três Poderes, o Congresso Nacional e o Plano Piloto, que está recheado de lugares para visitação e para tirar excelentes fotos”, disse.

Eliete de Santos Bomfim, 50, trabalha em uma creche e destaca o Memorial JK como lugar obrigatório para visitação. Além do museu dedicado ao fundador da cidade, ela indica uma visita à Torre de TV aos parentes de fora que vêm à capital do país. “Vamos para a torre para fazer fotos, não posso esquecer da Catedral e dos lugares à beira lago, que são muito bonitos”, comenta.

Joilton Ferreira, 44, morador de Cachoeira Dourada, em Goiás, está em Brasília com sua esposa, Silene Moreira, 40, e suas duas filhas, Laís e Valentina. Como já visitou Brasília, Joilton tem em mente os locais para fazer aquele clique. “Fotos em frente a lugares como o Congresso Nacional, a Catedral, a Ponte JK e o Museu JK não podem faltar, pois são parte importante para criação de Brasília” , comenta.

Onde ir?

De acordo com o Instituto Brasília Ambiental (Ibram), as unidades de conservação administradas pela autarquia funcionam normalmente durante a Semana Santa, inclusive hoje (ponto facultativo), amanhã  (feriado da Paixão de Cristo), no sábado e no Domingo de Páscoa. Entre as unidades de conservação, estão: o Parque Ecológico do Anfiteatro Natural do Lago Sul, das 6h às 18h; Parque Ecológico Águas Claras, das 5h às 22h; Parque Ecológico Areal, das 6h às 18h; Parque Ecológico da Asa Sul, das 6h às 20h; Monumento Natural Dom Bosco, das 6h às 20h; Parque Ecológico Ezechias Heringer, das 6h às 22h.

O Memorial JK fecha na Sexta-feira da Paixão, mas segue aberto normalmente no sábado e no domingo, de 9h às 18h. A Torre Digital estará aberta na sexta-feira, no sábado e no domingo, das 9h às 18h. Entradas com valores de
R$ 11 (meia) e R$ 22 (inteira). A Torre de TV funcionará na sexta-feira, no sábado e no domingo, das 9h às 18h45.

O Museu da República fecha hoje e na e na sexta-feira do feriado, mas abre normalmente no sábado e no domingo, das 9h às 18h30. O Museu de Arte de Brasília (MAB) abre normalmente hoje e no sábado, de 10h às 19h. O Museu do Catetinho abre apenas hoje, de 9h às 17h.

*Com a colaboração de Alessandro de Oliveira, estagiário sob a supervisão de Márcia Machado

Por Mariana Saraiva do Correio Braziliense

Foto: Kayo Magalhães/CB / Reprodução Correio Braziliense