Sistema de Bilhetagem Automática do Metrô-DF apresenta nova falha

Usuários de transporte coletivo relataram problema ao tentar passar cartão do vale-transporte em catracas. Acesso foi liberado no Metrô-DF, assim como nos ônibus e no BRT

0
594

Os usuários do transporte público do Distrito Federal tiveram problemas ao tentar passar pelas catracas da Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) na manhã desta terça-feira (16/1). Diante da situação, o acesso foi liberado para as pessoas. O problema também ocorreu nesta segunda-feira (15/1), mas, desta vez, também afetou o cartão de vale-transporte nos ônibus e BRTs.

A Secretaria de Transporte e Mobilidade (Semob) e o BRB Mobilidade informam que, ainda na manhã desta terça-feira (16/1), foi corrigida a falha sistêmica. O comunicado diz que o impacto foi relacionado somente aos cartões que possuem limite diário de acessos, como o vale-transporte e cartão especial. “A solução definitiva foi disponibilizada antes das 10h. O cartão mobilidade, de uso comum do cidadão, funcionou normalmente”, diz o trecho inicial.De acordo com a pasta e o BRB Mobilidade, a atualização do sistema foi finalizada nas catracas do Metrô, no BRT e em parte dos ônibus. “A utilização dos cartões será normalizada à medida em que os ônibus retornarem às garagens para atualização dos validadores”, traz a nota.A Semob explica que as operadoras e o Metrô-DF foram autorizadas a liberar o acesso dos passageiros que utilizam os cartões Vale-transporte e Especial para garantir acesso ao transporte público coletivo para todos os usuários. “Nenhum passageiro ficará sem transporte caso o validador do ônibus, metrô ou BRT acuse que o cartão está com limite diário excedido”, garante a pasta. Nova atualização no sistemaEm nota enviada nesta segunda-feira (15/1), o Metrô-DF informou que o Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) passa por nova atualização para ampliar as formas de pagamento que estão em estudo, como o Pix e a venda de crédito e débitos nas bilheterias.”Esse processo está em estágio inicial e ainda não há previsão de implantação. Durante o período de testes, podem ocorrer intercorrências no sistema”, informou.O Metrô-DF acrescentou que os técnicos trabalham para realizar as devidas correções do novo sistema. Apesar do problema ocorrido, o coletivo pondera que nenhum usuário foi prejudicado para acessar o sistema.”Não houve filas e a utilização de cartões de créditos e débitos nas catracas estava em pleno funcionamento. Por volta das 9h, o sistema foi normalizado”, disse a companhia, nesta segunda-feira (15/1). Por Pedro Marra do Correio Braziliense Foto: Kayo Magalhães/CB/D.A Press / Reprodução Correio Braziliense