Estádio Chapadinha, em Brazlândia, de cara nova com ação do RenovaDF

Espaço esportivo tradicional da região passa por pintura, reformas das arquibancadas, banheiros e alambrados, além da manutenção do gramado

0
675

Espaço público tradicional de Brazlândia, o Estádio Chapadinha está sendo recuperado em ação do quinto ciclo do programa RenovaDF. Iniciativa do Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda (Sedet-DF), o projeto capacita profissionalmente os participantes na área de construção civil, ao mesmo tempo em que restaura equipamentos públicos do Distrito Federal.

“Desde quando assumimos, em 2019, que estamos tentando fazer melhorias no espaço. Primeiro resolvemos a questão da interdição. Com a liberação, fomos atrás da recuperação do estádio”, conta o administrador regional de Brazlândia, Marcelo Gonçalves da Cunha.

O equipamento público entrou na lista do RenovaDF que iniciou a recuperação da arquibancada, dos alambrados e dos vestiários. Os aprendizes também estão responsáveis pela nova pintura do espaço. Além disso, a administração regional está atuando no local fazendo a manutenção do gramado e da pista de atletismo, além da roçagem.

“É bom frisar que o RenovaDF veio para transformar as cidades do DF. Quando ele chega, renova mesmo os espaços deteriorados. Esse foi o melhor presente de 90 anos que Brazlândia recebeu: a presença desses alunos”, destaca o administrador. Segundo ele, a cidade está sendo beneficiada com os trabalhos desde o meio do ano, quando foram iniciados os ciclos 3, 4 e 5.

Inaugurado nos anos 1970 com capacidade para 3 mil pessoas, o Estádio Chapadinha foi a casa do time de futebol Grêmio Esportivo de Brasília. Além de ser voltado para o futebol, hoje também pode abrigar partidas de futebol americano e competições de atletismo. No primeiro fim de semana de dezembro, o espaço recebeu o primeiro Sul-Americano de Futebol Americano.

Por Adriana Izel da Agência Brasília

Foto:  Divulgação/GDF Presente / Reprodução Agência Brasília