GDF e União anunciam duplicação da BR-080

Ampliação de 24,6 km da via dará mais segurança a 80 mil motoristas que trafegam na região diariamente; rodovia é a única ainda não duplicada no Distrito Federal

0
89

Oitenta mil pessoas serão beneficiadas com a duplicação da via no segmento que liga o entroncamento com a DF-001 (Parque Nacional de Brasília e Floresta Nacional) e Brazlândia.

“É uma notícia maravilhosa a duplicação da BR-080. Só temos a agradecer ao presidente Jair Bolsonaro por essa obra, que era muito pedida pela população de Brazlândia. Quem está tocando a licitação é o Ministério da Infraestrutura. É uma obra que, só no trecho até Brazlândia, tem 24 km, e, até Padre Bernardo, ali na Vendinha, são 44 km que temos para fazer a obra no total”, comemora o governador Ibaneis Rocha.

A atual gestão do GDF se adiantou e concluiu o alargamento da DF-001 na saída da Estrutural em um trecho de 8,2 km, o que já tem colaborado para o tráfego na região.

A duplicação vai melhorar a ligação da área leste do DF com Goiás e demais estados da região, como Tocantins e Mato Grosso. A obra também vai colaborar para o desenvolvimento da região onde a agricultura tem grande relevância para a capital.

“Agradeço o empenho do governador Ibaneis Rocha com o Distrito Federal. A duplicação da BR-080 é uma importante ação que vamos fazer para o agronegócio em Brazlândia, que precisa ter sua rodovia duplicada. Estamos trabalhando com um investimento de R$ 210 milhões”, afirma o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha Filho.

Além de assegurar parte dos recursos da obra, o GDF vai viabilizar a licença ambiental, necessária para a licitação, e executá-la por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), por sua vez, tem como responsabilidade os projetos de engenharia.

“Agradeço o empenho do governador Ibaneis Rocha com o Distrito Federal. A duplicação da BR-080 é uma importante ação que vamos fazer para o agronegócio em Brazlândia, que precisa ter sua rodovia duplicada. Estamos trabalhando com um investimento de R$ 210 milhões”, afirma o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha Filho.

Além de assegurar parte dos recursos da obra, o GDF vai viabilizar a licença ambiental, necessária para a licitação, e executá-la por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), por sua vez, tem como responsabilidade os projetos de engenharia.

Por Agência Brasília com informações de Sandra Barreto

Foto: Renato Alves/Agência Brasília / Reprodução Agência Brasília