MPE contesta candidatura de Arruda

A PRE-DF argumenta que o político é inelegível, já que acumula condenações por improbidade administrativa

0
128

O Ministério Público Eleitoral (MPE) impugnou, na sexta-feira (19/08/22), a candidatura do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PL) à Câmara dos Deputados.

Segundo o documento, a Procuradoria Regional Eleitoral do DF (PRE-DF) argumenta que o político é inelegível, já que acumula condenações por improbidade administrativa.

O questionamento ocorre logo após o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir que prazos prescricionais da Lei de Improbidade não são retroativas.

Inicialmente, Arruda chegou a considerar se candidatar ao GDF novamente, mas após acordo com o presidente da República Jair Bolsonaro (PL), desistiu.

Por Redação do Jornal de Brasília com informações de Sandra Barreto

Foto: Reprodução/Agência Brasil