Campeonato empolga fãs de futevôlei no Parque da Cidade

Com entrada gratuita, o Circuito Praia do Cerrado, apoiado pela Secretaria de Esporte e Lazer, termina neste domingo (19)

5241

Em sua nona edição, o Circuito Praia do Cerrado – maior campeonato de futevôlei do Centro-Oeste – tem atraído centenas de pessoas às partidas realizadas na Ilha do Futevôlei, próximo à Administração do Parque da Cidade Sarah Kubitschek. O evento, apoiado pela Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), teve início no dia 15 e termina neste domingo (19), quando serão disputadas as finais das categorias feminino, masculino e master.

O evento é aberto ao público, com transmissão ao vivo pelo YouTube, e conta com a participação de mais de 400 atletas, entre eles, as campeãs mundiais Natália Guitler e Bianca Hiemer, as decacampeãs do mundo, Lana Miranda e Josy Souza, e os atuais campeões mundiais, Franklin e Hiltinho. Veja aqui a programação para este domingo.

Neste sábado (18), o vice-governador Paco Britto e a secretária de Esporte e Lazer, Giselle Ferreira, entregaram premiações aos melhores jogadores da partida intitulada Desafio Superação (jogos com amputados): o atleta com deficiência, Wendell Baresi, de Brasília, e a jornalista carioca Bárbara Coelho. Neste domingo, também haverá partida do Desafio Superação.

Paco Britto ressaltou sobre a importância do circuito como parte do calendário esportivo da cidade. “O governo Ibaneis Rocha acredita no esporte e apoia todas as práticas esportivas, com ética, inclusão e como exemplo de transformação, como a do futevôlei, que está em plena ascensão. Esse evento mostra isso”, pontuou.

“Brasília está se formando como a capital dos grandes eventos esportivos. A realização de competições aqui é importante para o fomento à prática esportiva, para a movimentação da economia e geração de empregos diretos e indiretos. Este evento é uma das grandes referências da modalidade no Brasil e no mundo, tenho certeza que tem um futuro longo e promissor”, afirma a secretária Giselle Ferreira.

Neste ano, disputam nove categorias, sendo quatro no masculino e três no feminino. Há também a categoria kids, para participantes de até 14 anos, e a categoria master, para homens acima dos 40 anos de idade.

De acordo com a SEL, a programação inclui ainda projetos de sustentabilidade, como o plantio de mudas em locais estratégicos do Parque da Cidade e ações sociais, que acontecem desde a 1ª edição do Circuito Praia do Cerrado.

Praticante dessa modalidade esportiva, o policial militar Gabriel Costa Oliveira, há 12 anos efetivo na Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), foi com a família prestigiar o circuito. “Acho bacana esse evento, pois muita gente desconhece o esporte e é uma maneira de incentivar a prática do futevôlei”, opinou, enquanto segurava o filho de nove meses no colo.

Entre as ações, está sendo realizada a Clínica de Futevôlei com crianças da Estrutural e Sol Nascente, com direito ao transporte, que faz o deslocamento até o evento, e lanches. Os pequenos também têm oportunidade de treinar ao lado de grandes atletas. Além disso, parte do valor das inscrições pagas pelos atletas será revertida em cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social.

Por Agência Brasília com informações de Sandra Barreto

Foto: Jaqueline Husni/Agência Brasília