Oficinas infantis vão ensinar alunos do DF a prevenir acidentes

Aulas gratuitas alertarão para riscos como ligações clandestinas de energia e paredes trincadas; atividade é oferecida na Cidade da Segurança Pública, no Recanto das Emas

194

“Elas aprendem a identificar riscos, como buracos e erosões, ligações clandestinas de energia e paredes trincadas”Benedita Santos, gerente de Proteção Comunitária da Defesa Civil

Ensinar os pequenos a identificar situações de risco e ajudar os pais na prevenção de acidentes. Este é o objetivo de oficina de desenho, voltada para o público infantil, para a identificação de perigos e situações potencialmente emergenciais. A ação será realizada pela Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil, da Secretaria de Segurança Pública (SSP), durante a Cidade da Segurança Pública (CSP), no Recanto das Emas.

“Elas aprendem a identificar riscos, como buracos e erosões, ligações clandestinas de energia e paredes trincadas”, explica a gerente de Proteção Comunitária da Defesa Civil, Benedita Santos. “Sensibilizamos as crianças, mostramos exemplos de situações reais, dentro e fora de casa, e o que deve ser feito para solucionar cada uma delas.”

Voltada para crianças com idades entre 3 e 12 anos, a oficina será realizada nesta quinta (9), sexta-feira (10) e sábado (11), sempre às 11h. As inscrições poderão ser feitas na hora, com lotação máxima de 30 crianças por dia

Após a explicação de cada problema que pode ser encontrado e o que pode ser feito, é distribuído material para que as crianças façam desenhos com a solução para cada situação.

Com aulas de duração média de uma hora, a oficina será voltada para o público entre 3 e 12 anos, nesta quinta (9), sexta-feira (10) e sábado (11), sempre às 11h. As inscrições poderão ser feitas na hora, com lotação máxima de 30 crianças por dia. As oficinas serão realizadas na estrutura da CSP, no estacionamento comercial da Quadra 103, na avenida principal da cidade.

“A oficina é realizada de forma lúdica, mas com uma missão especial para as crianças: que sejam pequenos agentes da Defesa Civil. Orientamos sobre a importância de alertar os pais quanto aos perigos e que somente os adultos ou responsáveis acionem os órgãos de emergência, seja Defesa Civil, seja Corpo de Bombeiros. Alertamos os pequenos sobre os danos causados por trotes”, explica o subsecretário do Sistema de Defesa Civil, coronel Luciano Maximiano.

*Com informações da SSP

Por Agência Brasília com informações de Sandra Barreto

Foto: Divulgação/SSP-DF