Na Hora do Riacho Fundo passa a funcionar na administração regional

Serviços serão oferecidos nesse endereço durante obras para modernização da unidade

15

Os serviços do Na Hora de Riacho Fundo começaram a ser oferecidos provisoriamente, nesta segunda-feira (18), na administração regional da cidade (Área Central 03 Lote 06), de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h. A unidade do Na Hora da cidade, localizada no Shopping Riacho Mall, foi fechada na última segunda (11) para obras de modernização.

Em Ceilândia, a próxima quarta-feira (20) é o último dia de atendimento na unidade temporária, localizada no CEU das Artes. Os atendimentos serão retomados a partir do dia 2 de maio na unidade reformada no Shopping Popular de Ceilândia Sul.

Uma das metas da atual gestão do GDF é reformar e modernizar todas as unidades do Na Hora, uma ação realizada pela primeira vez em 20 anos. Já foram entregues os espaços da Rodoviária do Plano Piloto, Sobradinho e Brazlândia.

“As obras de reforma têm como objetivo oferecer um atendimento eficiente para os cidadãos, garantindo instalações mais confortáveis e modernas aos usuários, servidores e colaboradores do Na Hora. Esse é o compromisso da gestão do nosso governador Ibaneis Rocha”, explicou o secretário de Justiça e Cidadania, Jaime Santana.

Com as reformas e a modernização do parque tecnológico, o tempo médio de espera para o atendimento ao público nas unidades fixas, que chegava a 27 minutos até 2018, passou para quatro minutos e 27 segundos em 2021. De 2019 a 2021, o Na Hora ampliou a oferta de comodidades à população, passando de 29 para 90 os serviços online disponíveis.

Atualmente, o DF conta com unidades fixas do Na Hora na Rodoviária do Plano Piloto e em Sobradinho, Taguatinga, Brazlândia, Ceilândia, Gama e Riacho Fundo, além da Unidade de Perícia Médica Federal na Asa Sul. Apenas em 2021, as oito unidades registraram 1 milhão de atendimentos.

*Com informações da Secretaria de Justiça e Cidadania

Por Agência Brasília com informações de Sandra Barreto

Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília