Homem morre após afogamento próximo a DF-180

A vítima já apresentava rigidez cadavérica o que não permitiu as ações de reversão no quadro de afogamento. O óbito foi confirmado pelos médicos do Resgate Aéreo do CBMDF no local

484

Um homem morreu neste domingo (19), vítima de afogamento em uma chácara na área rural no km 16 da DF 180, próximo à Associação Recreativa Campestre, às 06h49. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) atendeu a esta ocorrência com cinco viaturas, um helicóptero e 20 militares.

As buscas ocorreram no interior da lagoa quando encontraram a vítima, senhor Rick de Castro,27 anos, que estava a 10 metros da margem, a uma profundidade de cerca de 1,5 metro. A vítima já apresentava rigidez cadavérica o que não permitiu as ações de reversão no quadro de afogamento. O óbito foi confirmado pelos médicos do Resgate Aéreo do CBMDF no local.

Segundo relatos do senhor Rodrigo, amigo da vítima, após terem participado de uma festa realizada naquela região, saíram e foram até uma lagoa. Somente a vítima nadava e chamava por Rodrigo, enquanto este buscava objetos em seu carro, no momento em que cessaram os chamados o amigo voltou à lagoa e não mais o avistou.

Como no local não tinha sinal de telefone o amigo deslocou até um ponto mais alto e solicitou o CBMDF. O tempo decorrido entre a procura e o acionamento do socorro foi de aproximadamente 45 minutos.

Por Redação do Jornal de Brasília com informações de Sandra Barreto da Gazeta do DF

Foto: Jornal de Brasília