Medalha Mérito Economia reconhece contribuições ao setor produtivo

Honraria contemplou 210 homenageados, entre eles o governador Ibaneis Rocha, que esteve presente à cerimônia de entrega

19

“Pudemos ver dezenas de empresários prestigiando o evento e sendo homenageados. Isso demonstra que a Secretaria de Economia atuou no rumo certo”Governador Ibaneis Rocha

A noite desta segunda-feira (6) foi de homenagens para 210 pessoas, agraciadas pela Medalha Mérito Economia. O governador Ibaneis Rocha esteve presente à cerimônia e foi um dos condecorados. A honraria, que começou a ser entregue este ano, é dedicada a agentes públicos, servidores, cidadãos e empresários que contribuem para o desenvolvimento e fortalecimento da economia do Distrito Federal.

Criada pela Secretaria de Economia, a medalha foi entregue a representantes do setor produtivo, parlamentares, membros dos governos federal e do DF, do Judiciário, entre outros.

Segundo o governador Ibaneis, o período de pandemia foi muito difícil para o setor produtivo, com a tomada de medidas restritivas, mas ainda assim o trabalho da pasta foi reconhecido pelo empresariado. “Pudemos ver dezenas de empresários prestigiando o evento e sendo homenageados. Isso demonstra que a Secretaria de Economia atuou no rumo certo, dando diversos incentivos, construindo muitas saídas para a crise”, ressaltou.

“São homenageados tanto no campo público como no privado, que são os empresários, os comerciantes que acompanham o nosso trabalho”, disse o chefe do Executivo local.

Para o secretário de Economia, André Clemente, a Medalha Mérito Economia é uma forma de prestigiar o setor que aposta firme no desenvolvimento da capital. “São pessoas que dia após dia colocam coragem, dedicação e empreendedorismo a serviço do nosso Distrito Federal. Que geram emprego e renda e acreditam na transformação de Brasília em uma cidade melhor de se viver”, declarou.

Conselho escolheu os homenageados

As indicações para recebimento da condecoração foram submetidas a um conselho, composto pelo governador – na qualidade de presidente honorário -; pelo secretário de Economia, como chanceler da medalha; pelos secretários executivos da pasta e um representante do gabinete da Economia. Foram eles os responsáveis por julgar quem seriam os agraciados.

A partir de agora, a medalha passa a ser concedida anualmente pela Secretaria de Economia.

Por Agência Brasília com informações de Sandra Barreto da Gazeta do DF

Foto: Renato Alves/Agência Brasília