Cidades do DF se preparam para o período chuvoso

Em Samambaia, mais de 1,5 mil pneus foram recolhidos; Lago Norte, Ceilândia e Plano Piloto também recebem os serviços

2082

A semana começou com o Instituto de Meteorologia (Inmet) alertando sobre a possibilidade de chuvas isoladas em alguns pontos do DF, encerrando um período de 75 dias de estiagem – enfim encerrada na tarde desta segunda-feira (30). Mas há alguns meses, as equipes do GDF Presente vêm atuando em diversas regiões administrativas com serviços de prevenção e preparação para o período chuvoso.

As equipes do Polo Oeste do programa estão passando pelas ruas de Samambaia desde a semana passada recolhendo pneus. Os objetos, se descartados irregularmente, se tornam obstáculos para o fluxo das águas pluviais em direção às galerias subterrâneas e também podem se tornar focos de reprodução do mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Até o momento, cerca de 1,5 mil pneus foram recolhidos em Samambaia. Todos eles são destinados para o descarte correto junto ao Serviço de Limpeza Urbana (SLU). O coordenador do Polo Oeste do GDF Presente, Devanir Martins, explica a extensão do trabalho preventivo na cidade. “Além das ruas e das áreas de transbordo irregular, também recolhemos os pneus diretamente nas borracharias”, conta.

Além de Samambaia, outras cidades do DF também contaram com o apoio do GDF Presente para se prepararem para o período de chuvas. No Plano Piloto, equipes do Polo Central Adjacente III realizaram serviços de manutenção e limpeza de bocas de lobo no viaduto entre a W3 Norte e Sul e nas quadras SGAS 901 e 912, locais com tradição no acúmulo de águas pluviais.

Em outros pontos, os operários, além da limpeza das bocas de lobo, substituem as grelhas, estruturas que funcionam como um filtro para o melhor escoamento das águas pluviais. Este ano, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) já repôs mais de 300 unidades, o que representou um custo superior a R$ 150 mil.

No Lago Norte, o Polo Central Adjacente I realizou a substituição de meios-fios, recapeamentos e fez a instalação de blocos de concreto para reforçar a contenção das águas pluviais na QI 1. Já em Ceilândia, as equipes do Polo Oeste II atuaram na reforma de seis bacias para escoamento da água no núcleo rural P Sul.

O secretário executivo das Cidades, Valmir Lemos, reforça que o trabalho em conjunto é um trunfo na preparação para o período chuvoso. “Todas essas coisas feitas neste período de seca com os nossos órgãos parceiros, como Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e Novacap, nos ajudam a diminuir problemas e minimizar os efeitos das chuvas”, afirma.

* Colaboraram Hédio Ferreira Jr, Marlene Gomes e Rafael Secunho

Por Agência Brasília com informações de Sandra Barreto da Gazeta do DF

Foto: Agência Brasília