Detran dá início à Operação Respeito na Faixa

Campanhas educativas, manutenção da sinalização e fiscalização rígida para fortalecer o hábito de dar passagem ao pedestre fazem parte da iniciativa

3064

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) deu início à Operação Respeito na Faixa, que tem o objetivo de resgatar o respeito ao pedestre na faixa, por meio da integração entre os três pilares da segurança no trânsito: educação, engenharia e fiscalização.

De acordo com o diretor-geral do Detran, Zélio Maia, apesar da crescente redução de mortes de pedestre, principalmente na faixa, ao longo dos anos, o aumento de 32% das autuações, nesse primeiro semestre, por desrespeito à travessia na faixa indica que o condutor brasiliense vem perdendo o sentimento de orgulho do respeito à faixa de pedestre. “Somos referência nacional, e por isso queremos resgatar a cidadania, resgatar o respeito ao pedestre”, completa o diretor-geral.

“Modus operandi”

A Diretoria de Policiamento e Fiscalização de Trânsito do Detran fez um levantamento das vias mais movimentadas e que possuem faixas de pedestres não semaforizadas.

Em cada coordenação regional de trânsito, serão montados cerca de dois ou três pontos diários de fiscalização. A operação consiste em manter agentes de trânsito nas sinalizações de travessia para coibir o desrespeito. 

Enquanto a fiscalização de trânsito estiver de olho naqueles que insistem em desrespeitar as regras de circulação, as equipes de educação estarão em outras faixas, na mesma região administrativa, orientando os pedestres quanto à travessia segura pela faixa e também conscientizando condutores quanto à importância do respeito aos mais vulneráveis no trânsito.

Além disso, a Diretoria de Engenharia do Detran atuará na manutenção da sinalização horizontal, tanto por meio de renovação de pintura quanto por lavagem das faixas.

No mês de junho, o Detran efetuou a lavagem de 594 faixas de pedestres. O trabalho de lavagem das faixas iniciou em 9 de junho, na faixa em frente à Escola Classe 4, na 2ª Avenida do Núcleo Bandeirante.

As ações conjuntas serão intensificadas no período de volta às aulas, no mês de agosto. As faixas próximas a escolas serão priorizadas. 

Dados e estatísticas 

De janeiro a junho deste ano, 4.466 condutores foram autuados por infringir o artigo 214 do Código de Trânsito Brasileiro; no mesmo período de 2020, foram flagrados 3.388 condutores por motivo idêntico.

Nos anos de 2016 e 2017, foram registradas cinco mortes de pedestres na faixa, respectivamente. Em 2018 e 2019, dois pedestres morreram atropelados na faixa, em cada um dos anos. Em 2020, ocorreu uma morte na faixa. 

* Com informações do Detran-DF

Por Agência Brasília com informações de Sandra Barreto da Gazeta do DF

Foto: Divulgação/Detran