Idosa forja cárcere privado em ato de desespero

Segundo ela, foi um ato de desespero e que está passando por uma crise financeira e emocional

1692

Na manhã dessa quarta-feira (24/03/21), uma senhora encontrou uma mulher de 61 anos acorrentada no ferro da estrutura de uma passarela do BRT, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Ela acionou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar que socorreram a idosa no local.

Inicialmente, a idosa disse na delegacia que seu ex-marido era o autor da crueldade, mas de acordo com a delegada Giselle do Espírito Santo, ela não soube dar detalhes de como tudo aconteceu. Após os policiais recolherem as câmeras de segurança do BRT, foi constatado que suposta vítima mentiu sobre a informação de que seu ex-companheiro a teria prendido no local.

Ao assistir as imagens, a idosa confessou que forjou o cárcere. Segundo ela, foi um ato de desespero e que está passando por uma crise financeira e emocional.

Depois de tudo ser esclarecido, a mulher foi encaminhada ao Centro de Referência do município. Ela deverá ser incluída no programa de assistência social.

Por Redação do Jornal de Brasília com informações de Sandra Barreto da Gazeta do DF

Foto Reprodução