MPDFT vai acompanhar presencialmente a vacinação de idosos

24

Assim como na primeira fase, a força-tarefa de combate à pandemia do MPDFT vai fiscalizar o processo para evitar irregularidades, como os fura-filas.

A força-tarefa de combate à covid-19 do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) vai acompanhar presencialmente o processo de vacinação dos idosos acima de 80 anos. Assim como na primeira fase, o objetivo é fiscalizar e verificar se não há irregularidades como os fura-filas — quando pessoas que não fazem parte do grupo prioritário tomam a vacina. 

Segundo o procurador da força-tarefa, José Eduardo Sabo, o efetivo início da vacinação da população em geral por esta significativa parcela da sociedade deve ter todo o cuidado e empenho por parte da Secretaria de Saúde e de todos órgãos públicos envolvidos.

A vacinação de idosos acima de 80 anos terá início às 13h de segunda-feira (1º/2). De acordo com a Secretaria de Saúde, o DF tem cerca de 42 mil pessoas nessa faixa etária. 

Fura-filas 

Durante a primeira fase da vacinação no DF, o MPDFT recebeu diversas denúncias sobre profissionais de saúde que não faziam parte da linha de frente — grupo prioritário na época — tomando o imunizante. Pelo menos onze hospitais públicos foram citados nas denúncias. 

Por Samara Schwingel do Correio Braziliense com informações de Sandra Barreto da Gazeta do DF

Foto BULENT KILIC / AFP)